Evolução humana e a Terra do nunca

Bem vindo á terra do nunca! Onde ninguém é obrigado á crescer!
     Quando criança, ouvi a história do menino que não queria crescer, me apaixonei pelo pó mágico capaz de fazer voar, pelas crianças indo para o lar do Peter, e pela Sininho, uma fadinha mágica, e incrivelmente fascinante.

     Cresci e me esqueci da história, até que um dia uma amiga me disse que eu tinha a síndrome de Peter Pan. Que com 20 anos na época, eu não queria crescer. Ela me disse que eu me mantinha presa á uma vida infantil e longe de grandes responsabilidades, que fugia de tudo que pudesse representar algum risco á meu lado "criança" de ser.

     Vamos pensar! Ser adulto significa ter que lidar com problemas e como resolvê-los. Tem de pagar por tudo que consumir, aluguel, água, luz e internet. Decidir morar sozinho ou continuar com a família. Se apaixonar e ter uma vida com outra pessoa ou ter de lidar com o término de um namoro. Trabalhar e como utilizar seu salário de um jeito que dê para pagar tudo. Ter filhos, cuidar deles, educar e etc. Essas e outras questões da vida adulta.

     Ser criança por outro lado significa que tudo, antes de chegar até você será "mastigado" pelos adultos. Significa só se preocupar com a escola, as notas e obedecer aos pais. É muito mais sossegado ser criança do que adulto. Claro, existem exceções dos dois lados dessa moeda. Mas, em geral, ser criança vence na luta de qual é a opção mais fácil de passar pela vida.


     Mas, então, porque crescer é tão vital para o ser humano? Talvez a resposta seja mais fácil do que imaginamos. Tudo começa com a evolução. Vivemos para evoluir, e crescemos pois, evoluir faz parte da vida. Evoluir significa melhorar, modificar algo para melhor, passar de fase, crescer, amadurecer.

     Quando se torna adulto, é como Adão e Eva comendo o fruto proibido, eles deixaram de serem "crianças" puros, ingênuos, intocados pela maldade do universo e passaram á fase adulta, cheia de novos conhecimentos e novas responsabilidades e verdades. Eles receberam toda carga de responsabilidade de uma vez só, e isso me faz pensar nas fases da vida.

     Ser adulto é uma fase, e nossa vida é dividida por elas para que não recebamos todo conhecimento e amadurecimento de uma vez só, o que pode ser ruim. A adolescência é a fase em que a criança começa a perceber que precisa deixar de receber tudo mastigado e começar a fazer algo pela sua vida. O jovem já tem mais essa noção ainda e é a fase que muitos decidem morar sozinhos e se prepararem para a fase adulta. Que por sua vez é a preparação para a velhice e para o final do estágio.

     Nunca se deve nem correr antes de engatinhar, nem engatinhar quando se está cansado de caminhar. Tudo tem seu ritmo. A vida nos leva vagarosamente á cada fase, nos prepara para o level seguinte. Não querer crescer é decidir ir contra a natureza, é ir contra a maré. Escolher estacionar ao invés de seguir em frente.

     Ser criança pode ser até melhor em alguns quesitos que ser adulto, mas faz parte da nossa evolução, seguir em frente e aproveitar todos os ensinamentos da fase anterior e se preparar para a próxima fase.

    E então, vamos seguir em frente e enfrentar os desafios de peito aberto e sempre que precisarmos, sermos humildes e pedir ajuda, ou vamos estacionar e deixar a vida nos arrastar até quando ela quiser? Eu já decidi deixar as chupetas e seguir em busca da maturidade. E você? Decidiu o que?

Beijos Doces, Mell 

4 comentários:

  1. Vamos aprender com as crianças, que são doces e sem maldade.
    E tu acredita que nunca me encantei por essa história??

    Bjoos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, eu adoro Peter e seu mundo mágico onde não se tornam adultos.
      Acredito sim que não goste. Diga me , qual gosta?

      Excluir